Ampliar imagem | Tamanho original
Uma casa com espaço para livros. Foi assim que começou este desafio. Uma das poucas premissas do cliente seria ter espaço para muitos livros uma vez que têm uma especial preponderância no dia a dia da família. De imediato, o nosso imaginário nos transportou para as muitas imagens de bibliotecas clássicas, com escadas deslizantes que acedem à montanha de livros arrumada em paredes de alturas generosas. Encontramos nessa imagem o mote para intervenção : um espaço de pé-direito duplo capaz de se assumir-se como o elemento principal e gerador da composição. A ideia foi evoluindo e a experimentação volumétrica conduziu à diferenciação funcional de cada um dos espaços através das suas variadas alturas. A cobertura assume, na plenitude, o estatuto de quinto alçado com especial importância na geração dos restantes quatro. A cobertura, uma massa, inquieta, que reage às funções nucleares da habitação, com diferentes alturas, cria no interior espaços de diferentes pés-direito que ajudam a hierarquizar os diferentes momentos da casa. Veja mais Veja a descrição completa
Compartilhar Compartilhar