Ampliar imagem | Tamanho original
É indiscutível a capacidade de adaptação dos profissionais da arquitetura no Brasil. Confrontados, nos anos recentes, com crises de diversas espécies que vêm dificultando a realização de trabalhos e, talvez ainda pior, imersos em uma estrutura que sistematicamente desvaloriza a profissão, o profissional e o projeto, é de surpreender a ampla diversidade e alta qualidade da produção atual.  Em 2014, publicamos uma matéria intitulada Jovens talentos da arquitetura brasileira, onde compilamos alguns dos escritórios e profissionais em atuação no país que, na época, mostravam uma produção interessante e coerente com seus contextos específicos. Alguns daqueles jovens profissionais vieram a consolidar, nos anos seguintes, produções de ampla envergadura - pensemos, por exemplo, em Carla Juaçaba, MAPA e Metro Arquitetos, para mencionar apenas alguns. Cinco anos mais tarde, reunimos em um novo artigo algumas das práticas e escritórios que, na nossa opinião, refletem o atual estado da arquitetura no Brasil - e tudo o que isso implica em termos sociais, políticos, econômicos e estéticos - e apontam na direção de um futuro um pouco mais otimista, aberto e diverso.  Veja mais Veja a descrição completa
Compartilhar Compartilhar