Ampliar imagem | Tamanho original
A Porta de Moguer, como ocorre com as estações rodoviárias e ferroviárias, é a primeira impressão que têm, à chegada, os visitantes da cidade. Além disso, cumpre uma dupla função já que, durante as festas da cidade, se integra no Recinto para Feiras como entrada da tenda municipal e constitui um elemento importante que passará a formar parte do imaginário coletivo. Funciona como um elemento de proteção frente às intempéries durante a espera, e ao mesmo tempo transmite conforto aos viajantes e informação sobre o município (conteúdo turístico, promocional, cultural, etc.), A formalização da parada é baseada nos dosséis vernáculos das estações rodoviárias que se construíram na província de Huelva desde o princípio do século XX, e que formam parte da consciência coletiva como elementos de boas-vindas e despedida das pessoas. Estes dosséis tinham um plano horizontal que conectava com a estação rodoviária e um plano inclinado que se abria até à zona de tráfego. É precisamente essa ideia a que dá forma à secção principal que desenvolvemos neste projeto. Veja mais Veja a descrição completa
Compartilhar Compartilhar