Ampliar imagem | Tamanho original
Localizada em Trondheim na Noruega, 63° ao norte da linha do equador, a Usina Brattørkaia é um edifício que desafia as condições climáticas extremas para redefinir o conceito de auto-suficiência energética em arquitetura. Implantado frente ao porto da cidade, este edifício de escritórios se conecta à Estação Central através de uma passarela panorâmica com vistas para à baia. Formalmente, o edifício vai afunilando a medida que se projeta em direção ao porto, liberando um amplo angulo de visão para aqueles que chegam a partir da estação, além de ocupar uma frente menor junto à beira-mar - dissimulando os seus mais de dezoito mil metros quadrados. As fachadas verticais foram revestidas com painéis de alumínio de modo que refletem a paisagem natural dos fiordes de Trondheim quando iluminados pelo pôr-do-sol dourado - típico neste confim do mundo. Por outro lado, a fachada posterior foi escalonada, diminuindo sua altura do edifício à medida que se aproxima da cidade, adequando-se melhor ao gabarito do entorno e aproveitando para criar um plano de cobertura maior e mais eficiente para a captação de energia solar. Na média anual, a Usina  Brattørkaia produz mais que o dobro da energia elétrica que consome, distribuindo energia renovável a muitos de seus edifícios vizinhos, além de contribuir para com o sistema de transporte urbano, e disponibilizar estações de recarga para veículos elétricos e pequenos barcos. Veja mais Veja a descrição completa
Compartilhar Compartilhar