Ampliar imagem | Tamanho original
Dentro do escopo de A Poética da Razão, a Trienal de Arquitetura de Lisboa deste ano explora o nexo entre a Agricultura e a Arquitetura, dois campos complementares que começaram a despontar há cerca de 10 mil anos, na Revolução Neolítica e, posteriormente, no Antropoceno. Dado o atual problema ambiental, a hipótese básica da exposição Agricultura e Arquitectura: Do Lado do Campo, com curadoria de Sébastien Marot, é  que nenhum raciocínio consistente pode se desenvolver no futuro de ambas as disciplinas, a não ser que estas sejam de novo aliadas e repensadas fundamentalmente em conjunto uma com a outra. A exposição inaugura no dia 5 de outubro e ocupa as dependências da Garagem Sul – CCB. Leia, a seguir, a explicação da mostra pelos curadores. Da curadoria: Com as suas duas longas filas de pilares, a planta da Garagem Sul evoca a de uma basílica ou catedral: uma nave ladeada por dois corredores. Isso levou-nos a estruturar o nosso guião em três componentes paralelas. Veja mais Veja a descrição completa
Compartilhar Compartilhar