Ampliar imagem | Tamanho original
O arquiteto espanhol Santiago Calatrava foi condenado pelo Tribunal de Contas de Veneza a pagar 78.000 euros por erros que aumentaram o custo da construção da Ponte da Constituição no Grande Canal da cidade.  Inaugurada em 2008, a ponte de quase 100 metros de comprimento, construída em aço e vidro, gerou controvérsias desde que foi apresentada, tanto por sua forma quanto pelo custo - que passou de 7 a 11,6 milhões de euros.  Explicando o orçamento do Oculus do World Trade Center de Calatrava A sentença aprovada no dia 6 de agosto condena o arquiteto por uma uma "negligência grosseira" na estimativa inicial, segundo apontaram diferentes meios de comunicação. Além de Santiago Calatrava, o engenheiro Salvatore Vento também foi condenado a pagar 10.989 euros. Nova ponte estaiada projetada por Santiago Calatrava é inaugurada na Itália Veja mais Veja a descrição completa
Compartilhar Compartilhar