Ampliar imagem | Tamanho original
Imaginado como um grande empreendimento residencial numa área de expansão da cidade de São Paulo, o Conjunto Residencial Jardim Ana Rosa iniciou seu projeto de loteamento em 1950, na região da Vila Mariana, em frente ao Largo Ana Rosa. O empreendimento, realizado pelo Banco Hipotecário Lar Brasileiro contava com a participação de vários arquitetos proeminentes em São Paulo no momento, como Abelardo de Souza, Plínio Croce, Roberto Aflalo e Salvador Cândia. Em sua versão inicial, o projeto previa alguns edifícios lindeiros à Av. Vergueiro e a maior parte da área destinada a residências unifamiliares. Um ano mais tarde, esse desenho muda radicalmente com a alteração proposta por Eduardo Kneese de Mello em 1951. Partindo de princípios explicitamente modernos, o arquiteto propõe que toda a quadra triangular, central no conjunto, dê lugar à 5 lâminas e um pequeno bloco de exceção. A proposta parte do entendimento da situação do terreno e a solução adotada é aquela que cria a melhor condição de iluminação e circulação. Veja mais Veja a descrição completa
Compartilhar Compartilhar