Ampliar imagem | Tamanho original
Escolhido em concurso internacional, Brasil-França, que tinha como pressupostos: arquitetura de caráter sustentável e adaptada ao local, o projeto também recebeu, em março de 2019, o 2º lugar da Categoria Edifício Institucional do 6º Prêmio Saint-Gobain de Arquitetura Habitat Sustentável. Localizado em Brasília, na região do Lago Sul, o edifício se destaca pelo partido que decompõe a edificação no território, volumetrias construídas e ausência de volumetrias, que estabelece um diálogo permanente entre espaços fechados e abertos. O programa distribui-se por um terreno de quase 15 mil m², em dois pavimentos. Há um volume principal, articulador, por onde se acessa o conjunto e se concentram os usos comuns. Conectam-se a este volume, quatro anexos perpendiculares com as salas de aula, espaçados pelos vazios dos pátios. No quinto volume, situam-se os refeitórios e o ginásio com quadra e piscina cobertos. Este arranjo cria áreas de convivência naturais, onde possam existir atividades pedagógicas ao ar livre integradas com a natureza. Essas praças são áreas que permitem a ventilação cruzada permanente entre os volumes construídos. Veja mais Veja a descrição completa
Compartilhar Compartilhar