Ampliar imagem | Tamanho original
O governo francês, que em um primeiro momento havia se prontificado a organizar um concurso de arquitetura para a reconstrução da Catedral de Notre-Dame, parece agora estar tomando uma postura mais conservadora. Conforme relatado pelo site local de notícias The Local, o orçamento para o projeto de restauração já foi aprovado pelo Senado, mas com uma nova cláusula: a Catedral de Notre-Dame deverá ser restaurada ao seu estado original, tal e qual era antes do grande incêndio da semana santa. O projeto de lei, aprovado em tempo recorde pelas autoridades locais, pretende assegurar que a catedral seja totalmente reconstruída a tempo para as Olimpíadas de Paris de 2024. Entretanto, a nova cláusula é bastante clara: ela deverá restaurada à seu "último estado visual conhecido". Evidentemente, não há consenso sobre o futuro da Notre-Dame e o presidente, Emmanuel MAcron, parece ter que recuar depois de ter comunicado que o governo francês lançaria um concurso internacional de arquitetura para a reconstrução do pináculo da Igreja. Algo que apontava para uma mudança, um projeto inovador definido pelo próprio Macron como "uma reconstrução criativa". Veja mais Veja a descrição completa
Compartilhar Compartilhar