Ampliar imagem | Tamanho original
O terreno, no bairro do Panamby, pertenceu a Francisco Matarazzo Pignatari. Na época, Matarazzo encomendou um projeto de arquitetura e pretendia mudar-se para a propriedade com a esposa. Após o fim do casamento, o projeto foi paralisado restando no local apenas o paisagismo de Burle Marx. Anos mais tarde, os jardins foram transformados em parque municipal e a área, onde fica o Palácio Tangará, começou a ser revitalizada. Toda a arquitetura de interiores, projetada por Anastassiadis Arquitetos, foi planejada a partir das obras de arte selecionadas para os ambientes – elas são o fio condutor da narrativa que sustenta o projeto. “O que mais me inspirou foi uma aquarela do século XVIII do Debret, com matizes acinzentados que dizem tudo sobre o olhar que o forasteiro sempre teve do Brasil”, conta Patricia Anastassiadis. No lobby, o piso revestido com mármore recebeu um recorte elipsoidal, executado em padronagem solar estilo Chevron. Veja mais Veja a descrição completa
Compartilhar Compartilhar