Ampliar imagem | Tamanho original
Através da utilização do core das escadas existentes, economizando no custo de uma nova circulação vertical, e propiciando um segundo elevador necessário, o projeto prevê um terraço adicional e um terraço elevado com vistas magníficas. Passarelas abertas, vistas de árvores existentes, o som da água do lago próximo e pátios cuidadosamente escalonados proporcionam um contraponto ventilado e iluminado aos corredores do edifício. Com um déficit nacional de 250.000 leitos (de acordo com o Departamento de Educação Superior), este projeto demonstra uma nova maneira de oferecer acomodação em conformidade com a política, ao mesmo tempo em que dá uma nova vida às instalações existentes. Conceito de fachada: Protestos e debates nacionais sobre acesso à educação e descolonização nos levaram a explorar uma nova identidade institucional para a extensão do edifício semelhante a um forte, batizado em homenagem a um grande randlord colonial. O orçamento estrito previa o uso de materiais de baixa manutenção de forma a tornar o novo edifício o mais simples possível. Em contraste, a nova pele de tijolos era encarada como uma bela superfície ricamente texturizada. Tijolos especiais, provenientes de pátios Corobrik locais, são entrelaçados com um tijolo padrão, complementando o edifício existente. Conhecidos como tijolos "sob a árvore", esses especiais são remanescentes de intervalos comissionados que podem ser adquiridos a um custo substancialmente menor. As fachadas apresentam uma combinação inesperada de texturas e cores existentes, enraizando a extensão em seu lugar particular no campus. Compartilhando os valores de design, organizando o treinamento e mantendo um controle de qualidade prático e próximo, poderíamos estabelecer um diálogo produtivo com o fornecedor de tijolos, empreiteiro e pedreiros. Veja mais Veja a descrição completa
Compartilhar Compartilhar