Ampliar imagem | Tamanho original
O projeto é apresentado como uma proposta de autogestão, com o objetivo de comercializar unidades lucrativas em uma área da cidade com potencial de investimento. O parâmetro de pesquisa foi o terreno que permitiu a construção de um prédio de aproximadamente setecentos metros quadrados. O edifício "Montevideo 2759", localizado a uma quadra ao sul da Avenida Pellegrini e a seis quadras a oeste do Boulevard Oroño, está disposto em um terreno retangular de 8,50 m de frente e 10,25 m de profundidade. Foi utilizada a altura máxima permitida de acordo com o Código Urbano de Rosario para essa área, que é de 19 m, e foram desenvolvidas duas unidades de ambientes únicos por pavimento. A orientação norte foi o ponto de partida para determinar a espacialidade e a estética do projeto. As varandas foram recuadas da linha de construção para aproveitar ao máximo a condição de espaço semi-coberto. Desta forma, os ambientes aproveitam o sol no inverno e a sombra no verão. Esta decisão de projeto fez com que a pele do edifício adquirisse uma espessura que é acentuada com os planos inclinados e intercalada entre pavimentos pares e ímpares. As plantas geram um espaço técnico para abrigar o equipamento de ar condicionado no exterior e um espaço de armazenamento no interior. Veja mais Veja a descrição completa
Compartilhar Compartilhar