Ampliar imagem | Tamanho original
A Prefeitura Municipal de São Paulo homologou ontem o tombamento de sete obras modernistas, seis das quais projetadas por Paulo Mendes da Rocha e uma por Gregori Warchavchik. Além dessas, foram tombados outros 32 imóveis na capital paulista.  Aprovados em março do ano passado pelo Conselho Municipal de Preservação do Patrimônio Histórico, Cultural e Ambiental da Cidade de São Paulo (Conpresp), os tombamentos incluem as casas Paulo Mendes da Rocha, Mario Masetti e James Francis King, respectivamente nos bairros Butantã, Pacaembu e Santo Amaro, a Escola Presidente Roosevelt, no bairro da Liberdade, o Museu Brasileiro da Escultura e Ecologia (MuBE), nos Jardins, e o Ginásio do Clube Paulistano, no Jardim América, projetado em parceria com João De Gennaro.  A Sede Social do Clube Atlético Paulistano, projetada por Warchavchik em 1948 e inaugurada em 1957, também faz parte da lista de bens modernistas preservados. Veja mais Veja a descrição completa
Compartilhar Compartilhar