Ampliar imagem | Tamanho original
Em um entorno pseudo-rural com escassas referências arquitetônicas e uma climatologia um tanto conflituosa, duas irmãs, com seus respectivos companheiros, mostram seu entusiasmo por perpetuar sua convivência para além dos limites domésticos ao adquirir uma casa que deverá completar seu programa com uma ampliação na parte restante disponível do terreno. Para isso, propôs-se a construção de um volume anexo que implementará o programa original, de forma a se adequar às necessidades de ambas famílias de forma independente, sem perder os vínculos afetivos que proporcionaram essa encomenda. A peça anexa executada abriga um novo núcleo de comunicações, ambientes de serviço e um dos dormitórios, o que possibilitou a divisão não-simétrica da construção original em duas casas autônomas. Trata-se de uma peça cuja morfologia não só proporciona um fluxo entre interior e exterior, mas que também permite dotar o elemento com espaços extras com os quais não se contava antes: um chuveiro externo, uma sala de jantar ao ar livre, tudo fruto de grande generosidade formal. Veja mais Veja a descrição completa
Compartilhar Compartilhar