Ampliar imagem | Tamanho original
A ESCOLA DO BAIRRO toma emprestado de sua concepção o seu nome, ou seja, o Bairro é ao mesmo tempo nome e conceito que sustenta essa escola experimental das/para as infâncias. No âmbito do território do bairro, é considerada como um equipamento urbano de convivência, difusão e sistematização dos conhecimentos históricos e universalmente construídos que visa incluir bebês e crianças na cultura geral humana por meio das ferramentas sociais, emocionais e cognitivas disponíveis e apropriadas. Os quatro elementos naturais – Terra, Água, Ar e Fogo – constituem a base de sua Pedagogia da Investigação por meio da aprendizagem baseada na escuta, nas interações, na brincadeira e na pesquisa. A arquitetura da ESCOLA DO BAIRRO foi pensada de maneira a estimular a curiosidade natural das crianças em relação aos elementos da natureza, das diferentes linguagens e conhecimentos cujas respostas poderão ser construídas ao longo do tempo e na experiência de espaços exteriores mais amplos e complementares a própria escola. Em nossa concepção, uma educação infantil de qualidade baseada na escuta, nas brincadeiras, nas interações e nos ambientes de investigação mediados por objetos culturais é uma questão de escolha e vontade política. Para realiza-la, portanto, o projeto da ESCOLA DO BAIRRO supõe uma arquitetura constituída de espaços internos e exteriores que conversam entre si por meio de elementos construtivos vazados, transparentes e integrados, permitindo que tanto os elementos humanos como naturais estejam presentes diariamente. Veja mais Veja a descrição completa
Compartilhar Compartilhar