Ampliar imagem | Tamanho original
A arquitetura de uma casa reflete a forma como entendemos nosso habitar, e representa a conjunção de desejos, vontades, emoções e ideais. O trabalho de imaginar a construção do espaço é, ao mesmo tempo, o exercício mais básico e o mais complexo, entendendo que a casa é o cenário da própria vida do ser humano. Decidimos abandonar a paleta tipológica da casa, rejeitando o catálogo de tendências que aprisiona novas formas de imaginar a residência como construção que deve mudar e se transformar de acordo com a constante mudança do mundo e de nossas vidas. Não pensamos na forma arquitetônica como objeto projetual, mas como uma consequência. A obra se concebe como um sistema de lugares e relações reguladas por uma ideia de espaço contínuo que entrelaça o natural com o construído, o público com o privado, o interior com o exterior. O foco do partido está na solução estrutural e, portanto, espacial, que vai se desenvolvendo ao longo do terreno. Veja mais Veja a descrição completa
Compartilhar Compartilhar