Ampliar imagem | Tamanho original
Há algo irresistível no romance arquitetônico de Robert Venturi e Denise Scott Brown. Eles se conheceram quando ambos eram jovens professores da Universidade da Pensilvânia; Scott Brown realizava seminários em planejamento urbano e Venturi dava palestras sobre teoria da arquitetura. Como diz a história, Scott Brown argumentou em sua primeira reunião do corpo docente que a magistral biblioteca gótica veneziana de Frank Furness não deveria ser demolida para se construir uma praça (então uma opinião dissidente). Venturi se aproximou dela após a reunião, oferecendo seu apoio. Como Paul Goldberger escreveu sobre o casal em 1971, “à medida que seus pontos de vista estéticos se aproximavam cada vez mais, o mesmo acontecia com os seus sentimentos.” Nós, amantes da arquitetura, não podemos fazer nada a não ser esse casal de arquitetos. Veja mais Veja a descrição completa
Compartilhar Compartilhar