Ampliar imagem | Tamanho original
Há alguns dias anunciamos os finalistas da categoria Emerging Architecture do Mies Crown Hall Americas Prize 2018. Entre eles, o projeto do Colégio María Montessori Mazatlán de EPArquitectos + Estudio Macías Peredo,  Moradas Infantis de Rosenbaum + Aleph Zero, Embodied Computation LAB de David Benjamin e Construindo Comum-Unidade de Rozana Montiel + Alin Vázquez Wallach. Finalmente, o júri formado por Ricky Burdett, José Castillo, Ron Henderson, Rodrigo Pérez de Arce e Claire Weisz declarou o último, o vencedor absoluto da categoria Arquitetura Emergente do MCHAP 2018. "Este projeto propõe uma solução única, impactante e elegante que se mimetiza com seu contexto, uma intervenção espacial pública que é um sucesso." O que costumava ser um antigo armazém agora é uma biblioteca, as pessoas cuidam do espaço todos os dias, os idosos jogam xadrez, há Wi-Fi gratuito e a mistura de classes permitiu que se duplicassem os refúgios e espaços abertos para aumentar o valor econômico dos apartamentos ". Clair Weisz. Veja mais Veja a descrição completa
Compartilhar Compartilhar