Ampliar imagem | Tamanho original
Simultaneamente às iniciativas de outros países para atender as demandas de mobilidade urbana, começam as obras para transformar um pequeno, porém significativo, trecho da Avenida Corrientes de Buenos Aires - com sua concentração de restaurantes, teatros, livrarias e automóveis -, em uma via peatonal noturna, com faixas exclusivas para o transporte público. Apesar dos benefícios que a prioridade ao pedestre oferece, deve-se questionar se essa ação aproveita do melhor modo possível o potencial da região? Como será a vida cotidiana no transcorrer da obra com esta importante artéria obstruída? Isso gera espaços de discussão acerca da gestão do processo de construção? O projeto compreende duas faixas da esquerda que serão para circulação de pedestres no horário noturno, das 19:30 às 2:00, e outras duas faixas da direta destinadas exclusivamente para o transporte público, taxis e veículos para situação de emergência as 24 horas do dia, tudo a partir das seis quadras da avenida que vão desde a Avenida Callao até a Rua Libertad. Os veículos que devem ingressar nas garagens privadas na mão direita da via terão a possibilidade de circulação com uma autorização e serão criadas vagas específicas para operações de carga e descarga. Veja mais Veja a descrição completa
Compartilhar Compartilhar