Ampliar imagem | Tamanho original
Construir em Cuba é um exercício complexo. Para um arquiteto é um desafio, seja pela ausência de materiais, pelos custos elevados ou pela negativa em empreender propostas contemporâneas. Um arquiteto cubano é uma figura utópica, seu trabalho não é necessidade, nem estética, nem conceito. Em meio a esse contexto hostil, Albor desafia a realidade porque acredita que desde o interior da crise a arquitetura pode renascer. Assumir o desenho de uma moradia que cumpra com todos os requisitos necessários, que sobressaia dentro do contexto e que utilize os materiais mais acessíveis é um desafio; especialmente devido aos materiais acima mencionados que são frequentemente considerados recursos para os mais necessitados.Nesse encargo, em particular, foi proposto desde o início que o valor final do imóvel deveria duplicar a quantidade investida entre a compra do lote e sua execução.  Veja mais Veja a descrição completa
Compartilhar Compartilhar