Ampliar imagem | Tamanho original
A residência é uma extensão que celebra o percurso do antigo para o novo. Ao chegar, a propriedade é apresentada como uma cabana vitoriana familiar de trabalhadores. A fachada patrimonial foi restaurada com seu antigo esplendor e foi considerada cuidadosamente a possibilidade de conservar e celebrar suas características na parte original da propriedade. A medida que os visitantes descem pelo corredor típico vitoriano, chegam a um túnel de pé-direito duplo que é o começo do percurso. Esse túnel oculta a lavanderia e o banheiro principal, criando uma transição perfeita.  A medida que os visitantes saem da escuridão do túnel, a experiência de passar para o novo anexo é dramática tanto em textura como em atmosfera. A janela ressaltada é imediatamente evidente e é um elemento chave da casa. Uma sala de estar íntima, que é expressada por meio de uma mudança de material contrastante e um portal de luz, faz a transição para a cozinha. Desde aqui, existe uma conexão direta com a área exterior da galeria, rodeada de vegetação, criando a sensação de um oásis privado no entorno urbano de Cremorne. Veja mais Veja a descrição completa
Compartilhar Compartilhar