Ampliar imagem | Tamanho original
Essa cabana é uma reinterpretação da vida em uma casa na árvore onde a natureza é uma parte integral da edificação. Em um bosque de bétulas e abetos, ao longo dos lagos de Kawartha, a cabana está desenhada como um espaço de duas plantas de uso múltiplo para uma grande família. A estrutura está composta por uma cobertura de 7 metros de altura feita em aço negro revestido com cedro carbonizado. Um corte profundo no volume da edificação cria um elemento em balanço para um terraço exterior protegido com espelhos para criar a ilusão de que a edificação contem o bosque no seu interior.  Essa mistura de sentimentos entre a natureza e a edificação continua no interior. O espaço habitável principal é desenhado como um volume interior autônomo, enquanto as habitações periféricas são tratadas como parte do terreno. Catorze aberturas nesse grande espaço de estar revelam espaços habitados, céus, árvores igualmente tratados e articulados com acabamentos na borda do painel interior cru para mostrar a herança dos materiais utilizados. Essa natureza abstrata dos espaços interiores permite que a imaginação flua e aqueles espaços que poderiam ser identificados como um interior doméstico de repente podem converte-se em espaços lúdicos. Uma escada de madeira maciça conduz a um lolt com a sensação de ascender as copas das árvores enquanto a luz natural cai suavemente na parede azul clara. Veja mais Veja a descrição completa
Compartilhar Compartilhar