Ampliar imagem | Tamanho original
Construir e crescer, duas ações que deveriam ser mais levadas em conta. É assim que o concurso de habitação social "Construye para Crecer 2017" 2017, com projeções para diferentes estágios de crescimento, procura estabelecer bases que sustentem um modo de vida flexível. O local era o bairro de Belém, localizado na cidade de Iquitos, em um terreno de 3,7 hectares. O projeto atual que obteve o primeiro lugar propôs localizar 120 casas progressivas como uma alternativa que permita aos usuários modificarem e expandirem suas residências de acordo com suas necessidades e possibilidades econômicas. Em suma, um modo de vida, tanto elementar como livre, através de um núcleo sólido formado por uma estrutura que apóia atividades diversas. Este concurso nacional de habitação social é organizado pelo Ministério da Habitação do Peru, Departamento de Agricultura dos EUA, The Engineered Wood Association e Fondo Mi Vivienda. Nesta quinta edição, seu objetivo foi contribuir para o desenvolvimento urbano e arquitetônico do país, através de projetos propostos por diferentes especialistas e gerar propostas urbanas com uma abordagem sustentável e preventiva contra os efeitos causados por catástrofes naturais. Desta forma, o júri premiou propostas inovadoras, econômicas, com a possibilidade de crescimento e focadas no aspecto bioclimático e ecológico. Veja mais Veja a descrição completa
Compartilhar Compartilhar