Ampliar imagem | Tamanho original
Em 13 anos, a empresa dinamarquesa BIG converteu-se em um ícone da arquitetura espetacular e seu fundador, Bjarke Ingels, no starchitect mais popular do mundo. Entretanto, o escritório tem sido fortemente criticado por aquilo que alguns críticos chamaram de "infantilização da arquitetura", com suas obras vistas como ícones isolados e fotogênicos.  Aproveitando a ida de Ingels à Espanha, a jornalista Anatxu Zabalbeascoa conversou com o arquiteto sobre o impacto do escritório dinamarquês na arquitetura mundial e como ele caminha na corda bamba entre "projetos impactantes para o mundo dos poderosos [e] outra opção para aqueles que não estão contentes com os modelos arquitetônicos existentes". A conversa aborda o impacto dos gigantes da tecnologia no planejamento urbano, sua relação com Koolhaas - com quem trabalhou um ano e meio -, sua vida pessoal e o agitado mundo da arquitetura, as ideias por trás do edifício World Trade Center 2, projetado pelo BIG e que substituiu um desenho original de Norman Foster. Sobre isso, Ingels explica: Veja mais Veja a descrição completa
Compartilhar Compartilhar