Ampliar imagem | Tamanho original
Este é um lugar destinado à meditação budista, ao pensamento e à contemplação, assim como um lugar que satisfaz as necessidades da vida cotidiana. A edificação está situada no bosque às margens do rio. Ao longo do rio, existe um monte, por trás do qual há uma grande extensão de estufas esporádicas e campos abertos. O desenho começou a partir da conexão entre o edifício e a natureza, adotando o método de aterramento para ocultar a edificação na montanha, enquanto apresenta o temperamento divino da natureza com o espaço interior que flui. Cria-se um lugar com poder de percepção onde coexistem árvores, água, budismo e o ser humano.  Para manter as árvores ao longo do rio perfeitamente intactas, a planta da edificação evita todos os troncos. A forma da planta se assemelha aos ramos que se estendem sob o bosque existente. Cinco espaços separados e contínuos são criados dentro do edifício sobre os eixos, dos quais um é norte-sul e outro que segue o curso do rio. As cinco "ramificações" representam cinco espaços de diferentes funções: entrada, sala de meditação budista, sala de chá, sala de estar e banheiro, que juntos formam uma experiência de passeio.  Veja mais Veja a descrição completa
Compartilhar Compartilhar