Ampliar imagem | Tamanho original
Como transformar uma casa de 50 anos em um lar confortável, contemporâneo e sustentável? Para esta resposta, os responsáveis pelo projeto, o arquiteto Theo Reitsema e a designer de interiores Stephanie Weitering passaram um ano morando em uma casa construída em 1967 na comunidade holandesa de Rijssen, realizando uma intensa pesquisa em uma casa inserida na floresta.  Reitsema e Weitering foram descobrindo ao longo do tempo indicadores para a transformação da casa. A família ocupou a casa em todas as estações. Morar numa colina na floresta significa que se está envolto ao verde no verão, e uma vez que a vegetação proporciona sombra, a casa não precisa de nenhuma proteção solar ou condicionamento de ar além de um grande beiral na lateral oeste. Nesta metamorfose, os projetistas aproveitaram da posição da casa por sobre a colina; a casa possui dois pavimentos na fachada leste e um na orientação oeste. A aplicação de estuque escuro no pavimento mais inferior, que contém garagem dupla e um escritório, se tornou uma base para o pavimento superior, onde as áreas de estar e de dormir estão localizadas. O segundo pavimento possui a distintiva fachada revestida de madeira, relativamente fechada na orientação leste e completamente aberta na orientação oeste. A porta principal marca a transição entre as duas seções.  Veja mais Veja a descrição completa
Compartilhar Compartilhar