Ampliar imagem | Tamanho original
A Fábrica Bolchevique continua a ser um dos exemplares mais importantes de Moscou da era industrial pré e pós-soviética. Fundada em 1855 por Adolf Sioux, a fábrica foi o primeiro edifício em Moscou a ter iluminação elétrica (em 1884). A reforma da antiga fábrica, para a 01 Properties and Tactics Group, incluía o reparo de uma parte importante do tecido urbano histórico de Moscou. Localizado no coração da cidade, o terreno possui dezessete edifícios de diferentes épocas e estilos, incluindo edifícios tombados do final do século XIX. A reforma de 50.000 m² é uma fusão bem-sucedida de espaços de trabalho, de estar e de cultura. O terreno de 4 hectares está situado numa localização de destaque na Leningradsky Prospect. Quando o terreno foi adquirido em 2012, a Fábrica Bolchevique estava em ruínas, com telhados destruídos e fachadas de alvenaria do século XIX gravemente danificadas. Os elementos-chave do projeto original do arquiteto francês Oscar Dio - as fachadas originais de tijolos, os tetos arqueados, as colunas metálicas originais e os telhados inclinados - foram cuidadosamente restaurados. Um exemplar de reutilização adaptativa e preservação histórica na cidade, o projeto é uma adição importante para a diversidade cívica desta grande capital. O mix de elementos construtivos novos e restaurados é combinado de forma sensível e transparente para criar um senso de escala consistente e uma paleta de materiais coerente. Todos os aspectos da intervenção foram cuidadosamente negociados com as órgãos responsáveis de Moscou e o projeto tem sido citado como um exemplo de boas práticas de preservação. Veja mais Veja a descrição completa
Compartilhar Compartilhar