Ampliar imagem | Tamanho original
Um projeto que prima pelas determinantes de implantação urbana, definindo assim a linguagem e a forma arquitetônica. O edifício recua para gerar uma praça urbana de acesso e se ergue para construir uma plataforma contínua do espaço público, articulada à rede global de áreas verdes e demais espaços públicos do bairro. Em essência, o projeto busca uma integração com a topografia como âmbito público, uma espécie de "piano mobile" onde flutua o volume do edifício. O espaço público deste plano é formado pela praça, um acesso sob o edifício, um ponto de atenção e informação, um jardim na parte posterior e as concessões comerciais.  É um edifício que se converte em um referencial do amplo bairro de Suba, na cidade de Bogotá. É um gesto inclusivo, que permite que toda a comunidade tenha acesso a diferentes serviços como saúde, recreação e esporte, e colabora com o problema que representa atualmente a mobilidade na cidade. Isso gera um sentido de pertinência especial pelo edifício e faz com que as pessoas se apropriem dele.  Veja mais Veja a descrição completa
Compartilhar Compartilhar