Ampliar imagem | Tamanho original
Este projeto foi redesenhado e reconstruído através de anastilose (termo arqueológico para uma técnica de reconstrução onde se utiliza materiais originais) na região rural próximo à cidade de Esfahan, no Irã. Consiste de uma paisagem aberta e que conta com uma pequena edificação. O terreno possui 30 exemplares de pinheiros maduros, com 30 anos de idade. O caminho original de acesso à casa ignorava a implantação das espécies e acabava por prejudicar a saúde das árvores.  O edifício não estava em concordância com a paisagem do jardim em suas dimensões e aspectos visuais, e, portanto, não cumpria com as necessidades do proprietário de um espaço que oferecesse uma hospitalidade adequada para os eventos sociais ali realizados. A estratégia de projeto para a paisagem do jardim voltou-se para a natureza e sobretudo consistiu na preservação da vida e privacidade destas árvores de pinus e portanto recebeu o nome de Casa dos Trinta Pinheiros. Veja mais Veja a descrição completa
Compartilhar Compartilhar