Ampliar imagem | Tamanho original
Em Pequim, a Escola de Ensino Médio da Universidade Peking inicia seu primeiro semestre de aulas após ajustes em seu interior e na arquitetura, projetados pela Crossboundaries. Em um campus existente no noroeste da cidade, o projeto abrangeu 26 mil metros quadrados e desafia os atuais conceitos educacionais da China. A solução espacial torna-se um instrumento educacional, prevendo as necessidades latentes da futura escola com base no espírito de interação, inspiração e individualização das escolas. Trinta anos de reforma culminaram numa explosiva expansão econômica da China. Refletindo sobre esse desenvolvimento, tanto o governo quanto a sociedade estão conscientes da importância e da urgência de reformar o sistema educacional do país. Uma reforma do sistema no sentido mais amplo, referindo-se a um futuro sobre o qual ainda pouco entendemos e a uma visão que exigirá - mais do que conhecimento - habilidades que defendem a diversidade, a colaboração, a inovação e a responsabilidade. Veja mais Veja a descrição completa
Compartilhar Compartilhar