Ampliar imagem | Tamanho original
Coleção de Serralves: 1960-1980 reúne obras de artistas portugueses e estrangeiros da Coleção do Museu de Serralves. Esta nova mostra, que marca o início de uma série que dará visibilidade permanente à Coleção de Serralves, privilegia as décadas de 1960 e 1970 como fundamentais para a nossa compreensão da arte contemporânea e para o desenvolvimento da Coleção desde a criação da Fundação de Serralves em 1989. Os trabalhos apresentados refletem a diversidade da produção artística, indo desde os primórdios do pós-minimalismo e da arte conceptual e suas expressões em Portugal e em diferentes partes do mundo até à experimentação com a abstração, a representação figurativa, a performance e o uso de novos meios.1 Quando a diretora do museu, Suzanne Cotter, nos convidou para desenhar a exposição sobre a coleção, desafiou-nos a encontrar uma solução inteligente para mostrar ao grande público os tesouros do museu. Tínhamos uma sequência definida pelos três curadores (Cotter, Ribas, Nicolau), uma narrativa construída e uma história para contar, porque há sempre uma história para contar, feita de heróis. Tínhamos as salas do museu desenhado por Álvaro Siza, espaços fortemente humanizados. Tínhamos a paisagem, lá fora, cá dentro. Uma característica constante da direção do museu, desde a chegada de Suzanna Cotter, foi a de manter as janelas com vista para o jardim como parte integrante de cada exposição, assim como foi pensado pelo autor do museu. Veja mais Veja a descrição completa
Compartilhar Compartilhar