Ampliar imagem | Tamanho original
Devido ao aumento de capital em Teerã (a capital do Irã), a maioria dos projetos de interiores é um produto da demolição dos prédios existentes e sua substituição por um novo projeto, que causou impactos negativos sobre o meio ambiente, nos últimos anos. Por outro lado, o local considerado para este restaurante foi alugado por tempo limitado, minimizando os efeitos negativos da demolição através da manutenção das paredes existentes, escolhendo madeira e ferro como materiais com potencial de retorno ao ciclo de vida, projetando detalhes capazes de serem facilmente montados e desmontados com o potencial de reuso. Antigamente, os iranianos viviam em espaços com fronteiras que limitavam o acesso aos espaços privados. Assim, os iranianos têm uma memória do passado em seu subconsciente que aumenta sua tendência em usar espaços tranquilos e pacíficos. Portanto, o que se considera mais neste projeto é projetar uma nova superfície transparente em resposta às diversas necessidades sociais e culturais dos usuários (clientes e funcionários), daí a entrada com um pé-direito alto foi considerada como o ponto de partida da circulação para que a continuidade do espaço vazio suscitasse a curiosidade dos observadores e os atraísse para o espaço quebrando sua inatividade, trazendo movimento e dinamismo para ele. Veja mais Veja a descrição completa
Compartilhar Compartilhar