Ampliar imagem | Tamanho original
Neste artigo, Dirk van den Heuvel liga o estruturalismo (holandês) aos desenvolvimentos atuais - mais especificamente na esfera digital. O seguinte ensaio foi publicado pela primeira vez por Volume em sua edição 50, cujo editorial Beyond Beyond está disponível para ser lido aqui (em inglês). Ao longo de sua vida, o arquiteto holandês Jaap Bakema (1914-1981) procurou transmitir aos seus alunos e colegas a noção do que ele chamou de "espaço total", "vida total" e "urbanização total". Em sua visão, o projeto arquitetônico tinha que ajudar a tornar as pessoas conscientes do ambiente maior a que pertencem e em que operam. A arquitetura não poderia ser desvinculada do urbanismo, estava relacionada com a estrutura mais profunda da sociedade. Sua conceituação de arquitetura foi baseada em programa e processo e colocou as relações sociais e visuais no centro, o que trai sua adesão ao estruturalismo como expressado na revista holandesa em que ele era editor, juntamente com Van Eyck e Hertzberger e ao Team 10, do qual ele mesmo foi uma das principais vozes. Ao mesmo tempo, Bakema expandiria o legado do movimento holandês De Stijl e do funcionalismo holandês. Em particular, seu conceito de espaço e continuidade espacial é derivado do De Stijl. Sua abordagem diagramática ao projeto arquitetônico e organização programática, bem como a linguagem arquitetônica elementar de seus projetos foram elaborações da tradição funcionalista holandesa. Veja mais Veja a descrição completa
Compartilhar Compartilhar