Ampliar imagem | Tamanho original
Em um edifício de proporção alargada, a residência foi concebida como resposta a isso e replica tal proporção. A largura - quase metade da largura do terreno - transforma as materiais em áreas oportunas, motivo pelo qual as projeções mais acentuadas do espaço interno se dão em direções perpendiculares ao lote. A área social da residência se define como um "espinho" que vai adquirindo privacidade à medida que se avança da frente até o fundo. Esta área se articula quando intercala-se com os volumes que abrigam as atividades mais contidas e/ou privadas. Uma vez segmentada a área social, gera-se uma sucessão de sutis conexões visuais em diagonal que evidenciam a forma como se interconectam mutuamente os espaços e que, por sua vez, estabelecem as projeções-expansões ao exterior. Estas projeções são acompanhadas por dois tipos de pavimentação que são definidos segundo o programa adjacente no interior da residência e a característica da atividade que possa ser desenvolvida nela. As diferentes pavimentações caracterizam o espaço exterior e geram uma série de ambientes que favorecem a interação entre si e com as projeções virgens do terreno. Veja mais Veja a descrição completa
Compartilhar Compartilhar