Ampliar imagem | Tamanho original
O esforço da capital norueguesa em busca de uma alta qualidade atmosférica originou iniciativas focadas no fomento da mobilidade sustentável, dentre as quais o plano que visa proibir a circulação de automóveis no centro da cidade, previsto para entrar em vigor em 2019.  Com esta mudança no trânsito, a ideia é contribuir com a redução das emissões de poluentes em 50% até 2020, com base nas emissões da cidade em 1990.  Avançar nesse sentido compreende, entre outras medidas, promover as caminhadas e o uso da bicicleta nos deslocamentos diários. Por esse motivo, a Prefeitura de Oslo lançou em meados de janeiro deste ano um programa de subsídio para a compra de bicicletas elétricas, visando desincentivar o uso do automóvel.  Em menos de um mês se esgotaram os subsídios disponíveis para que as famílias pudessem comprar as bicicletas. O sucesso desta iniciativa piloto - que teve um custo de US$ 600 mil - pode ser explicado pelo desconto de 25% (pago pelo governo) no custo dos oito modelos de bicicleta disponíveis para passageiros e carga. Veja mais Veja a descrição completa
Compartilhar Compartilhar