Ampliar imagem | Tamanho original
O projeto foi entregue à nosso escritório quando sua estrutura estava totalmente construída. De acordo com a encomenda do cliente, o térreo e o subsolo deveriam ser comerciais e todos os outro níveis seriam flexíveis para serem divididos em diferentes padrões. Depois de visitar o terreno, um ponto chamou nossa atenção: a constante linha verde de árvores do outro lado da rua que esconde a maior parte das fachadas dos vizinhos. Devido à altura extrema de nosso edifício, este se apresentaria com uma falta de harmonia e as árvores seriam incapazes de ocultar sua frente. Portanto, minimizar este desequilíbrio e adaptar o edifício a seu contexto era o objetivo principal no procedimento do projeto. Decidimos escolher uma geometria linear e vertical para a divisão principal da fachada, já que tínhamos este princípio nas árvores do outro lado da rua. Também buscamos um caminho para continuar com o verde das árvores no edifício. Depois da divisão principal na fachada, determinamos algumas partes como zonas verdes. E mediante a transformação das superfícies de pele dupla a volumes, concebemos algumas zonas verdes e espaços semi-abertos dentro delas. Veja mais Veja a descrição completa
Compartilhar Compartilhar