Ampliar imagem | Tamanho original
O projeto de conclusão de curso da espanhola Andrea González é uma proposta para recuperar um dos edifícios mais emblemáticos de Madri: o Edifício España. A arquiteta analisa primeiramente o conceito de "levantinismo", que, segundo ela, significa a tendência a suspender as regras que regem o território no momento em que era comum aos espanhóis possuírem uma segunda casa.  "A área levantinista parece ser capaz de materializar as mitologias, os sonhos e delírios, modificando as relações entre as pessoas e das pessoas com a arquitetura e os usos dos espaços urbanos convencionais [...] O levantinismo é otimista, selvagem e sem preconceitos. O levantinismo produz inovação", explica González em seu memorial de projeto.  Sob este conceito, a arquiteta espanhola estabelece quatro métodos para apoiar seu raciocínio que a levaram a estabelecer uma estratégia de reconversão. A autora afirma que se o levantinismo é real, então seria possível levantinizar algo oriundo de uma narrativa completamente alheia, como o Edifício Espanha, atualmente abandonado e centro de uma ampla disputa entre investidores e a Prefeitura de Madri a respeito de seu futuro.  Veja mais Veja a descrição completa
Compartilhar Compartilhar