Ampliar imagem | Tamanho original
Introdução Durante as últimas décadas, a arquitetura de Teerã experimentou transformações absurdas. A falta de rentabilidade das indústrias por um lado e as sanções impostas por outro, exacerbaram um mercado já elevado. Depois de identificar suas propriedades como zonas de investimento, os proprietários de pequenos terrenos, como 200 m² (os menores da cidade), demoliram suas casas unifamiliares e desenvolveram apartamentos de classe média com quatro/cinco pavimentos. Como resultado, a cidade enfrenta agora um número crescente de projetos cujo os desafios estéticos, em geral, se reduzem ao desenho das fachadas. Neste projeto em particular, o terreno encontra-se ao final de um beco sem saída e está rodeado por outros edifícios. Não tem vistas para a rua e não é visível aos transeuntes. É um projeto sem fachada prominente e, portanto, insignificante para a maioria dos arquitetos. Veja mais Veja a descrição completa
Compartilhar Compartilhar