Ampliar imagem | Tamanho original
O Conselho de Diretores da La Biennale di Venezia, mediante recomendação de Alejandro Aravena, anunciou o arquiteto brasileiro, Prêmio Pritzker, Paulo Mendes da Rocha como o vencedor do Leão de Ouro por sua trajetória na 15ª Exposição Internacional de Arquitetura da Bienal de Veneza - Reporting From the Front. Citando a "eternidade" de seu trabalho, "tanto física quanto estilisticamente" como "o atributo mais marcante de sua arquitetura", o conselho também afirmou que "esta consistência surpreendente pode ser consequência de sua integridade ideológica e gênio estrutural." A citação continua: "Ele é um desafiador não-conformista e, simultaneamente, um realista apaixonado. Suas áreas de interesse vão além da arquitetura, em reinos políticos, sociais, geográficos, históricos e técnicos. O papel que ele desempenhou para muitas gerações de arquitetos no Brasil, América Latina e em todos os lugares é o de uma pessoa capaz de unir esforços compartilhados e coletivos, bem como alguém capaz de atrair outros para a causa de um melhor ambiente construído." Veja mais Veja a descrição completa
Compartilhar Compartilhar