Ampliar imagem | Tamanho original
A contribuição russa na Bienal de Veneza de 2016 será "um relato de como a V.D.N.H. (a 'Exposição das Realizações Econômicas Nacionais') — um complexo único, tanto em relação à escala, quanto à arquitetura — está sendo transformado em um espaço multifuncional educacional e cultural, acessível a todos. Intitulada V.D.N.H. Urban Phenomenon, a mostra examinará o significado global do parque, "dado que o mundo inteiro se preocupa com a questão de como desenvolver o potencial intelectual da sociedade e como criar mecanismos efetivos para uma assimilação cultural". Após a Bienal, a exposição será permanentemente relocada para a V.D.N.H. em Moscou. De acordo com Sergey Kuznetsov, arquiteto chefe de Moscou e curador da exposição: "diferentemente da maioria dos parques temáticos e de diversões, o V.D.N.H. não proporciona apenas lazer aos cidadãos, mas tem uma missão cultural e educacional. [...] Simultaneamente", completa, "a coerência desse conjunto urbanístico, a diversidade de seu espaço público e este colar de pavilhões nacionais e temáticos criam uma teoria que é capaz de acumular e multiplicar a energia intelectual e cultural da sociedade e é isto que na análise final está nos auxiliando a vencer a batalha pela qualidade de vida". Veja mais Veja a descrição completa
Compartilhar Compartilhar