Ampliar imagem | Tamanho original
Vinho, palha e animais As antigas adegas da Ribeira Sacra eram (e são) espaços heterogêneos vinculados à residência onde são desenvolvidas as atividades da economia local, é habitual se deparar com conjuntos de várias construções de pedra onde convivem todos os tipos de usos: são conservados os embutidos, o orégano, o vinho, a água ardente, e se abriga o feno e o gado do pasto. O volume inicial consiste de dois corpos que permaneceram praticamente inalterados: um dois níveis para armazenamento de feno e um segundo volume com um andar que integrou o lugar dos animais e a adega. Ambos são semi-enterrados pela estrada contra a fachada oeste, e aberto para o leste através da paisagem. - Respeitar o volume inicial e a arquitetura local. A vila é harmônica: construções de pedra e o verde existente (de pasto e selvagem) estão em equilíbrio. A proposta é integrada neste contexto se acomodando aos limites dos muros existentes. Também são integrados os valores da arquitetura local (volumes de pedra seca tectônicas, de poucas perfurações), sem renunciar a sua própria linguagem; Veja mais Veja a descrição completa
Compartilhar Compartilhar