Ampliar imagem | Tamanho original
Por Ana Rosa Soares Negreiros Feitosa Sugerindo uma situação de repouso e estabilidade, o edifício possui configuração de um corpo centroide, volume de um monobloco de base quadrada. Sua forma é aparentemente compacta, porém sua massa é esculpida de modo positivo tendendo à complexidade. A geometria simétrica garante o equilíbrio dos elementos compositivos das fachadas, estes que atribuem ritmo a criação, brises que vencem quase toda a altura do prédio, estando dispostos de modo aparentemente irregular. O edifício possui a relação proporcional de 46,00m de comprimento e largura por 19.90m de altura, na fachada noroeste, e 16,04m na fachada sudoeste. Essa diferença ocorre em razão da sua implantação, a qual a estrutura foi acomodada a topografia, aproveitando os desníveis e adequando-se aos mesmos. Nesta locação o primeiro pavimento ocupa menor parte em relação aos demais andares, tendo este acesso principal a noroeste pela rua lateral enquanto o segundo pavimento possui ligação direta com a Praça Desembargador Edgar Nogueira, localiza a sudeste. No prédio, que possui planta livre, o programa é distribuído em cinco pavimentos, os quais são interligados pela enfática escada em ferro helicoidal e observa-se que, em todos, repetem-se, sobrepostas, as áreas de apoio e de serviços constituídos por banheiros, depósitos, copa, escada secundária e elevador. Veja mais Veja a descrição completa
Compartilhar Compartilhar