Ampliar imagem | Tamanho original
"Na história da humanidade a reutilização é uma coisa comum, trata-se de tijolos e pedras de edifícios obsoletos, fundações já existentes, paredes de apoio ou edifício completos." Jean-Marc Huygen, Architect Um edifício singular, o Pavilhão Circular, não tem nada redondo. O nome descreve o processo, que segue os princípios da economia circular, na qual os resíduos são convertidos nos recursos dos outros. Ante o esgotamento dos recursos naturais e com o objetivo de ser "metrópole sem resíduos", este pavilhão demonstra o potencial da reutilização na arquitetura, que se inscreve no marco da COP21, realizada em 2015, em Paris. Aproximadamente 60% dos materiais utilizados na obra estão numa "segunda vida". Os resíduos foram tomados de outros edifícios, ordens errôneas ou estoques não utilizados: cada um dos materiais utilizados possuem sua própria história. 180 portas de madeira, depositadas durante uma operação de reabilitação de habitações no distrito 19 de Paris, formam a fachada. No interior, o isolamento utiliza lã mineral do teto de um supermercado. Veja mais Veja a descrição completa
Compartilhar Compartilhar