Ampliar imagem | Tamanho original
O escritório Kéré Architecture foi anunciado como vencedor de um concurso para projetar um abrigo nas Termas Reais de Meroe, no Sudão, sítio tombado pela UNESCO. Acredita-se que as termas tenham servido aos palácios do grande Reino Africano de Kush (atualmente o Sudão), vindo a incorporar a lista de Patrimônio Mundial da UNESCO em 2011. Ainda marcadas por templos, palácios e mais de duzentas pirâmides, as ruínas de Meroe são um testemunho das mudanças culturais ocorridas na África. Saiba mais sobre a proposta de Kéré Architecture, a seguir. A proposta de Kéré Architecture para o abrigo preserva e celebra o patrimônio local. Usando argila e pedras locais, o projeto apresenta um desenho contemporâneo e, ao mesmo tempo, humilde. Paredes de tijolos de barro de 60 centímetros de espessura protegem o interior das intempéries, mantendo constante a temperatura nos ambientes internos. Ventilação natural e controle de umidade são garantidos pela cobertura abobadada e pelos pátios, ajudando a preservar os artefatos históricos. Veja mais Veja a descrição completa
Compartilhar Compartilhar