Ampliar imagem | Tamanho original
Após as muitas preocupações quanto a integridade do parque durante os últimos anos, o Emir Office (Kuwait Amiri Diwan) reclamou, em 2012, o uso do Parque Al Shaheed para celebrações e festivais nacionais sob a memória dos mártires de guerra. O monumento para celebrar o "jubileu de ouro da Constituição de Kuwait", foi a primeira ação em relação a revitalização, seguida de um amplo programa de edifícios públicos, entre eles dois museus, estacionamentos, centro de visitantes, um lago e um aviário para o antigo parque. O processo de re-desenho esteve fortemente afetado pelo valor estratégico precedente deste projeto não finalizado, principalmente através da compreensão da proposta anterior de Peter e Alison Smithson para a mesma área (1969-1975). A proposta paisagística utiliza uma malha existente composta pelos serviços subterrâneos e as árvores existentes, que distribuirá todos os eventos programáticos ao ar livre e cobertos - os edifícios - que serão logo convertidos em montículos devido a preocupação com a acústica - a proteção contra o ruído - e o impacto visual dos arredores. Em um maior grau esta malha será um meio para trabalhar com o vento, o ruído, a poeira e a orientação solar. Cria-se um referencial que é capaz de reconhecer os limites atuais do parque e as árvores, serviços subterrâneos, o Monumento da Constituição e a direção de Meca, assim como proporciona conexões entre todos os elementos através de três vias - o caminho Emir, a rota de visitantes e a pista de corrida.  Veja mais Veja a descrição completa
Compartilhar Compartilhar