Ampliar imagem | Tamanho original
Desde sua explosão vertical no final do século XIX e início do século XX, Manhattan se tornou um ícone da construção em todo o mundo, com estimativas recentes apontando mais de 47 mil edifícios construídos na ilha. No entanto, projetos concluídos são apenas a ponta do iceberg: Manhattan também é o lar de milhares de propostas renegadas, incompletas e absolutamente impossíveis que nunca chegaram a ser realizadas na "Grande Maçã". Evidentemente, os desafios de Nova Iorque são muitos e mesmos arquitetos mundialmente renomados encontram dificuldades para construir na cidade. A seguir, veja três propostas de Antoni Gaudí, Frank Lloyd Wright e Frank Gehry para Nova Iorque que nunca saíram do papel. Arranha-céu Família, por Antoni Gaudí Projetado por Gaudí em 1908 e descoberto apenas em 1956 por Joan Matamala. colaborador do arquiteto, os detalhes desse projeto colossal são muito misteriosos, com o cliente e o local exato da construção ainda desconhecidos. O que se sabe é que o edifício seria construído em Southern Manhattan e teria 360 metros de altura, o que lhe asseguraria o título de edifício mais alto do mundo até 1931, quando o Empire State Building foi concluído. Veja mais Veja a descrição completa
Compartilhar Compartilhar