Ampliar imagem | Tamanho original
Duas pontes arqueadas idênticas e paralelas definem a base estrutural e os elementos de acesso ao edifício. Distam dez metros entre si e vencem um vão de trinta metros, com uma flecha ascendente de três metros e meio, através de duas vigas metálicas perimetrais paralelas de trinta centímetros de altura, distanciadas quatro metros e meio. O distanciamento entre as pontes e o vão vencido por elas definem o piso retangular do edifício, cujas vigas longitudinais, também metálicas de trinta centímetros de altura, se apoiam sobre as vigas internas das pontes, diretamente em seu centro e configurando treliças nas laterais. Do quinto degrau das duas extremidades de cada ponte sobem dois pares de mastros metálicos inclinados, que também se apoiam nas vigas internas das pontes. Estendem-se por doze metros, sustentando os vértices do piso do edifício. Em suas extremidades superiores, uma trave horizontal une o par de mastros. Dela partem quatro tirantes que ancoram o sistema ao chão em cada margem. O contraventamento é feito através de quatro perfis metálicos que partem das pontas superiores e inferiores dos mastros em direção ao ponto médio da lateral do piso do edifício, configurando um X de centro deslocado para baixo. Veja mais Veja a descrição completa
Compartilhar Compartilhar