Ampliar imagem | Tamanho original
Vizinho do histórico Barton Hall e Hoy Field, este edifício reenergiza uma esquina previamente subutilizada, criando uma nova porta de entrada e fachada ao campus. Gerado a partir de vibrantes painéis de aço inoxidável, o acesso em balanço do edifício cobre uma praça ao ar livre e o espaço social estudantil, também definido pelo paisagismo nativo e as formas escultóricas. A pele de aço performativa envolve a fachada exterior com um tecido angular, sombreando as classes interiores e gerando uma superfície contínua dinâmica e transformadora. As avançadas ferramentas digitais de modelagem utilizadas nos desenhos dos padrões, geometria e detalhes da pele demonstram o profundo impacto da informática nas artes e ciências. O programa de construção está organizado para fomentar os intercâmbios sociais e acadêmicos casuais, que se estendem além das tradicionais salas de aula. A circulação primária está organizada em torno de um átrio de vidro no lado oeste do edifício, onde uma fachada de vidro, claraboias e o revestimento de vidro poroso revelam um nexo da atividade em todos os pavimentos. Rodeado por espaços informais de estudo e colaboração, o átrio oferece conexões literais e visíveis em todas as disciplinas. Os encontros e charretes improvisados são facilitados por nichos regulares nas circulações, onde salas de aula e escritórios com revestimento de vidro do chão ao teto convertem-se num lenço de transformação para os gráficos, lousas e notas casuais. Veja mais Veja a descrição completa
Compartilhar Compartilhar