Ampliar imagem | Tamanho original
Um projeto vencedor de um concurso internacional para a sede do Ministério da Justiça em North West da Inglaterra, o maior complexo de corte construído no Reino Unido desde a Corte Real de Justiça de Londres (Royal Courts of Justice) do século XIX. O edifício possui em torno de 34.000 m² distribuídos em 15 pavimentos. Abriga 47 salas de audiência, 75 salas de consulta além dos espaços do escritório e de apoio.  Do exterior, sinaliza e literalmente exibe a acessibilidade das cortes. Esse edifício é parte da cidade, e a cidade é parte do edifício. Os tribunais de trabalho e escritórios são expressos como formas longas e retilíneas, articuladas em cada pavimento, e projetados em cada extremidade do edifício como uma composição variada de sólidos e vazios. Nas fachadas laterais, esses elementos estabelecem coletivamente uma dinâmica e um distintivo perfil do edifício; em cada fachada, formam um poderoso jogo escultural de luz e sombra, profundidade e complexidade. A implicação arquitetônica é que os tribunais não estão proibitivos ou escondidos, mas sim abertos e acessíveis. Veja mais Veja a descrição completa
Compartilhar Compartilhar