Ampliar imagem | Tamanho original
Duas pertinentes ocorrências no campo da cultura marcam a presença do olhar da arquiteta Lina Bo Bardi sobre o Cerrado: a “Exposição Documento: Repassos – Edmar e as Tecedeiras do Triângulo Mineiro” (1975), em São Paulo, e a construção da Igreja Espírito Santo do Cerrado (1976-1982), em Uberlândia, Minas Gerais. Lina Bo Bardi (1914-1992), arquiteta italiana naturalizada brasileira, é hoje uma das figuras mais discutidas no campo da arquitetura, design e arte popular. Seu conjunto de obras, textos e projetos, desde a década de 1950 até sua morte, ainda permite um intenso debate sobre a pertinência de sua contribuição à produção cultural brasileira. Essa exposição entende que essas obras devem fazer parte das comemorações do Centenário de Lina Bo Bardi (2014), que será marcado por eventos no Brasil e no exterior durante 2014 e 2015. Uberlândia concentra fontes, referências, arquivos e pesquisas que, além de contribuir com a exposição de registros dessas obras, possibilitam a consolidação de um debate. Veja mais Veja a descrição completa
Compartilhar Compartilhar